Tartarugas Tigre d'Água

Tartarugas Tigre d'Água

Descrição

A Tartaruga Tigre d’Água (ou Trachemys dorbigni) é uma espécie de tartaruga originária do Brasil, mais concretamente das zonas pantanosas e rios do estado do Rio Grande do Sul. Também pode ser encontrada no Uruguai, mas concretamente a subespécie dorbign, já que no Brasil a subespécie predominante é a brasiliensis.

O nome “Tigre de Água” veio da sua cor (motivo de muitas outras espécies). No caso desta tartaruga, a sua cor é parecida realmente a um Tigre, sendo neste caso amarela e laranja. E como gosta muito de água, assim ficou o seu nome.

Apesar de atingirem um tamanho máximo de 26 cm, a verdade é que crescem muito depressa. Só com um ano de vida conseguimos ver um aumento de 8 cm, pelo que rapidamente alcance o seu tamanho máximo (algo que devemos ter em conta quando adquirimos uma tartaruga Tigre d’Água recentemente).

Estas tartarugas são relativamente calmas, sendo as fêmeas ainda mais calmas que os machos. Muito raramente tentam morder quem lhes mexe. Mesmo os machos sendo um pouco mais espontâneos, é muito raro acontecer.

No entanto caso sejam alojadas em espaços curtos e com outras tartarugas aí sim poderão desenvolver comportamentos agressivos, tanto perante outras tartarugas como perante nós, pelo que é importante cuidar bem delas.

Alojamento

Independentemente de ser um aquário ou um aquaterrário, é importante este obedecer a certos pormenores. Como já dissemos, elas crescem rapidamente nos primeiros tempos, pelo que apesar de podermos usar um aquário pequeno (como por exemplo de 40x30x20 cm), rapidamente teremos de adquirir um maior. Um de 120x60 é suficiente para suportar um adulto no seu pico de tamanho.

Uma zona de água e uma zona seca devem existir para que a tartaruga opte pelo que mais lhe convém no momento. Nesse sentido deve-se garantir que ambas as zonas estão bem definidas.

Na impossibilidade do aquário receber luz directa do sol, é necessário instalar uma lâmpada de raios UV. Estes raios são importantes para que a tartaruga absorva a vitamina D3, que ajuda a gerir os níveis de cálcio, que tem impacto directo sobre a sua carapaça.

Dieta

A alimentação destas tartarugas é relativamente simples quando adultas. Quando são crias, dificilmente conseguimos inserir os vegetais na dieta e preferem carnes, no entanto ao longo do tempo vão apreciando tudo o que quisermos dar.

Entre os alimentos que uma tartaruga desta espécie gosta encontramos por exemplo peixes, insectos, coração de vaca, espinafre, acelga, entre outros alimentos mais. Frutas como banana também pode ser administradas.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Tartarugas:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook