Raios UV nas tartarugas

Raios UV nas tartarugas

Uma das coisas mais importantes que devemos ter em conta quando queremos cuidar de tartarugas é a luz que estas recebem. Devemos de ver as tartarugas (e os répteis em geral) um pouco como as flores: necessitam de luz solar para se desenvolverem de forma saudáveis.

Mas não falamos de uma luz qualquer. Não basta ter o candeeiro da sala acesso e a tartaruga viverá para sempre. Elas necessitam da luz solar, mais concretamente dos raios UV. Sem estes raios UV a tartaruga poderá ficar doente e até morrer.

Para que servem os raios UV?

Principalmente, os raios UV servem para activar as propriedades da vitamina D3, uma das responsáveis pela formação, crescimento e manutenção dos ossos. Esta vitamina, com a ajuda do cálcio, faz com que a tartaruga não só desenvolva ossos saudáveis como ainda lhe permite manter uma carapaça dura, sem falhas nem defeitos.

A fragilidade pela falta de raios UV afecta mais crias e fêmeas, sendo que os machos por norma são mais resistentes a ambientes com alguma carência de raios UV. Infelizmente é mesmo impossível para nós colocar as tartarugas num local que seja constantemente iluminado pelo sol, mas felizmente há alternativas.

Lâmpadas de raios UV

As lâmpadas de raios UV permitem fornecer aquilo que não conseguimos fornecer com o sol. Estas lâmpadas são bastante populares entre os criadores de répteis, já que a grande maioria deles necessita destas lâmpadas instaladas nos respectivos terrários e aquaterrários.

São fáceis de encontrar (por norma nas lojas de animais vende-se este tipo de luzes), e muitas das vezes já vêm integradas em terrários. Caso não aconteça, é importante que adquirimos uma ou mais lâmpadas para fazer fase às necessidades das nossas tartarugas.

Como e quando utilizar as lâmpadas?

Isso irá variar dependendo da espécie de tartaruga e no tipo de alojamento é que estamos a fornecer à nossa tartaruga. Falando de uma forma muito geral, as lâmpadas devem ser utilizadas no período de maior actividade da tartaruga. Não deixamos as lâmpadas ligadas quando elas querem dormir, pois para além de as incomodar nem terão grande efeito.

No caso das tartarugas que vivem em aquaterrários (terrário dividido em duas zonas, uma com água e outra sem), podemos deixar a lâmpada ligada o dia inteiro. Esta deve, no entanto, apenas iluminar a zona seca do aquaterrário para que seja a própria tartaruga a decidir quando é que está na altura de apanhar uns banhos de raios UV.

No caso dos aquários, devemos apenas utilizá-las nas alturas de maior actividade. Deixamos durante algum tempo, de uma a duas horas poderá bastar para a maioria das tartarugas. Se vermos que elas não beneficiam da utilização destas lâmpadas, devemos optar por escolher uma outra altura do dia ou então tentar colocar numa zona onde apanhem sol, nem que seja por um breve período de tempo.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Tartarugas:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook