Comportamento das tartarugas

Comportamento das tartarugas

Por vezes nos esquecemos devido à sua carapaça mas as tartarugas são na verdade répteis bastante sensíveis. Apesar disso são verdadeiros sobreviventes, pois para além de viverem muitos anos, já sobreviveram a diversos perigos de extinção, vivem na Terra há várias dezenas de milhões de anos…

E apesar de muitos de nós as termos como animais de estimação, a verdade é que são animais perfeitamente capazes de sobreviver no seu habitat natural sem qualquer tipo de influencia humana. Essa falta de necessidade faz com que a própria comunicação entre humano e tartaruga seja bastante reduzida.

Mas apesar de haverem tartarugas bastante diferentes umas das outras, partilham diversos tipos de comportamento. O que faremos na continuação é identificar esses comportamentos comuns para aprendermos como os interpretarmos e melhorar de alguma forma a nossa ligação com elas.

Voz das tartarugas

A grande maioria dos animais de estimação “falam”, muitas das vezes para mostrar o seu estado de espírito ou mesmo como pensam. Mas com as tartarugas isso não acontecem pois elas não “falam” connosco.

Mas ainda assim podem emitir sons pela boca por outros motivos. Alguns exemplos disso é quando estão, por exemplo, com uma infecção respiratória, é comum ouvirmos um som emitido ao respirar.

Durante o acasalamento elas também costumam emitir gemidos agudos (é algo bastante sonoro, para dizer a verdade). Existem outros exemplos em que as tartarugas podem “falar” para além destes, o importante é prestar atenção aos seus comportamentos para descobrir quando é que acontece para reconhecermos.

Encolher-se para dentro da carapaça

Este é o comportamento provavelmente mais característico das tartarugas, o esconderem-se para se defender de qualquer perigo que detecte. A carapaça consegue cobrir todo o corpo excepto cabeça, membros e cauda, no entanto ao encolher-se ficamos apenas a ver uma carapaça dura.

Como dissemos, esta acção é principalmente uma reacção de defesa. No entanto não tem essa interpretação 100% das vezes, já que uma tartaruga pode esconder-se dentro da carapaça para que não seja incomodada.

Nadar contra os cantos

Isto pode querer dizer duas coisas: numa fase inicial, a tartaruga estará a explorar os limites do seu aquário. Numa fase em que a tartaruga já é um membro da família durante um bom tempo quererá dizer que está desconfortável no seu aquário ou que simplesmente quer sair cá para fora. Devemos dar-lhe um pouco mais de espaço, mas se a situação for constante mesmo deixando a tartaruga estar à vontade cá fora, então é provavelmente altura de adquirir um novo aquário.

Parada com os membros expostos

Este é um comportamento bastante positivo, que significa que a tartaruga sente-se segura e não tem medo de ser surpreendida. Esta é uma forma que têm também de apanharem banho-de-sol para sentirem em todo o seu corpo. À falta de sol, este comportamento será praticamente inexistente sem dispor de lâmpadas de raios UV.

Pescoço esticado

Este comportamento é sinal que as tartarugas estão a tentar perceber o que se passa à sua volta. Devido a ruídos estranho, ou simplesmente a nossa presença suscita a sua curiosidade, pelo que esticam o pescoço para verem e ouvirem melhor.

No caso de se sentirem ameaçadas, também esticam o pescoço inicialmente para perceberem o que se passa. Caso detectem algo, aí sim encolhem-se para se protegerem.

Agressividade

Este é um comportamento mais comum quando vivem com outros exemplares. Normalmente as tartarugas preferem viver isoladas do que acompanhadas. A falta de espaço devido à presença das tartarugas poderá fazer com que surjam comportamentos de agressividade.

No entanto se este não for um comportamento comum e acontece normalmente na mesma altura, então o que se poderá suceder é que estamos sob a presença de um casal de tartarugas. O próprio acasalamento é violento e pode deixar marcas na carapaça.

Escavações

Isto pode querer dizer duas coisas específicas. No caso dos machos, normalmente apenas quer dizer que está a preparar-se para hibernar. No caso das fêmeas se não for no Inverno poderá ser sinal da fêmea querer criar um ninho para colocar ovos.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Tartarugas:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook